Divinópolis

Divinópolis
A Rainha do Centro Oeste de Minas

Jesus e Os Sete Anjos do Altíssimo

Jesus e Os Sete Anjos do Altíssimo

Indústrias de Divinópolis

Jesus Christ II

Miss Minas Miss Brasil 2010 Débora Lyra

Miss Divinópolis * Miss Minas * Miss Brasil

Quem Está Acima de Todas As Coisas Jesus Cristo

Quem Tudo Criou Por Amor Jesus

Quem Tudo Criou Por Amor Jesus
O Universo Infinito, Os Céus e A Terra, Foram Obras Das Tuas Mãos.

Divinópolis Tem Jeito Jesus

Brasão do Município de Divinópolis Aos 103 Anos

A Evolução do Município Depois de Sua Emancipação Político-Administrativa em 1912
O Município de Divinópolis está localizado na zona metalúrgica, micro-região (186) do Vale do Itapecerica: -20,13889 (latitude Sul) -44,88389 (longitude Oeste); macro-região do Alto São Francisco, margem direita. Faz limites com os seguintes municípios: Nova Serrana (Norte), Perdigão (Noroeste), Santo Antônio do Monte (Oeste), São Sebastião do Oeste (Sudoeste), Cláudio (Sul), Carmo do Cajuru (Leste) e São Gonçalo do Pará (Leste). O território é banhado por dois rios, ambos afluentes e tributários do Rio São Francisco: o rio Pará, que nasce em Entre Rios de Minas e banha toda a costa de Divinópolis, e o rio Itapecerica, que nasce nesta região (Ribeirões Boa Vista e Tamanduá), cortando a cidade transversalmente nos seus 18 km de extensão. Deságua no rio Pará. O clima é quente e semi-úmido, com ventos dominando de Sudeste e Nordeste, fracos e moderados: umidade relativa do ar, em média, nos 72%. Índice pluviométrico variando de 1.200 mm a 1.700 mm anuais. Temperatura média de inverno: 18,5°C, no verão: 29°C, e nas outras estações 23,8°C.[8] Segundo dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) entre 1995 e 2015, a temperatura mínima registrada em Divinópolis foi de 0,7 ºC, ocorrida no dia 18 de julho de 2000,[9] enquanto que a máxima foi de 38,3 ºC, observada dia 15 de outubro de 2014.[10] O maior acumulado de chuva registrado na cidade em 24 horas foi de 154,1 mm, em 2 de janeiro de 2012,[11] e o menor índice de umidade relativa do ar (URA) foi de 12%, em 29 de setembro de 2004.[

Nenhum comentário: